Seja bem-vindo
Juazeiro,18/06/2024

  • A +
  • A -
Publicidade

Brasil: novo sistema de alerta de desastres chega até dezembro; entenda como funciona

olhardigital.com.br
Brasil: novo sistema de alerta de desastres chega até dezembro; entenda como funciona
Publicidade

O Brasil se prepara para implementar um novo sistema de alerta de emergências, previsto para entrar em operação no Sul e Sudeste até dezembro deste ano. Com foco nestas regiões, onde o período de verão traz um aumento na ocorrência de chuvas e, consequentemente, de situações de risco, o sistema promete trazer maior eficiência na comunicação e preparação para eventos adversos.

A informação é do g1 e da TV Globo, que entrevistaram Gustavo Borges, superintendente da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

“A expectativa é que a gente consiga expandir até o próximo verão para todos os estados da região Sul e Sudeste”, afirmou Gustavo Borges, superintendente da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), em entrevista ao g1 e à TV Globo.

Atualmente, a Defesa Civil realiza testes do sistema em dez municípios brasileiros, escolhidos estrategicamente com base em seu histórico de desastres e na capacidade das defesas civis locais.

Funcionamento do novo sistema de alertas

sistema de alerta de desastres
Torre de telecomunicações, em Salvador, BA. (Imagem: Joa Souza / Shutterstock.com)

O novo sistema operará por meio de mensagens sonoras e pop-up nos celulares, que se sobrepõem ao conteúdo da tela. Uma das vantagens é que nenhum cadastro será necessário por parte do usuário para receber essas mensagens. Basta possuir um celular compatível com redes 4G e 5G e estar em área de cobertura para receber os alertas automaticamente.


  • A Defesa Civil será responsável pela operação do sistema, delimitando áreas de risco para emitir os sinais de alerta.




  • Todos os celulares compatíveis dentro dessas áreas receberão as notificações.

É importante ressaltar que os aparelhos adquiridos a partir de 2020 já são compatíveis com essa tecnologia, que funciona em redes 4G e 5G.


  • Apesar da implementação do novo sistema, o SMS continuará sendo utilizado pela Defesa Civil, principalmente em situações de alto risco.




  • O novo sistema, conhecido como “cell broadcast”, será reservado para momentos graves e com alta probabilidade de ocorrência de desastres.


É um aviso que, de certa forma, gera uma situação de muita atenção por parte da pessoa. Então, tem que ser reservado para momentos e situações muito graves, com altíssima probabilidade [de ocorrer].


Gustavo Borges, superintendente da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), em entrevista ao g1 e à TV Globo

Pendências para o lançamento

“No final de 2022, por iniciativa própria, a Anatel determinou que as operadoras implementassem o novo sistema de alertas”, ressaltou Borges. “Restam, no entanto, duas pendências para o lançamento: o treinamento das defesas civis e o plano de comunicação.”

Para o lançamento do sistema, ainda são necessários o treinamento das defesas civis e a elaboração de um plano de comunicação. Essas etapas estão sob responsabilidade do Ministério da Integração e do Desenvolvimento Regional (MIDR) e do Ministério das Comunicações.

desastre rs
Forte inundação atingiu o Rio Grande do Sul este ano. (Imagem: Cid Guedes / Shutterstock.com)


Segundo informações do MIDR obtidas no começo de maio pelo g1, o sistema está em fase final de ajustes, e espera-se que o lançamento ocorra assim que a situação no Rio Grande do Sul se normalize.

No primeiro dia de testes para os dez municípios selecionados, a Anatel realizará um alerta de demonstração para explicar o funcionamento do sistema e como utilizar os recursos disponíveis.

Publicidade



COMENTÁRIOS

Buscar

Alterar Local

Anuncie Aqui

Escolha abaixo onde deseja anunciar.

Efetue o Login

Recuperar Senha

Baixe o Nosso Aplicativo!

Tenha todas as novidades na palma da sua mão.