Seja bem-vindo
Juazeiro,18/06/2024

  • A +
  • A -
Publicidade

Lula convoca reunião com reitores de universidades federais para tentar dar fim à greve


Lula convoca reunião com reitores de universidades federais para tentar dar fim à greve
Publicidade

O presidente Lula (PT) convocou uma reunião com reitores de universidades e institutos federais com o objetivo de tentar encerrar a greve dos professores. O encontro está agendado para quinta-feira (6), em Brasília.

A principal discussão será o orçamento das instituições, que estão enfrentando dificuldades financeiras. Lula também pretende pressionar pela finalização da paralisação dos docentes em busca de aumento salarial.

A greve completará 50 dias na próxima terça-feira (4). O Andes (Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior), que representa a categoria, está solicitando um aumento salarial de 7,06% ainda em 2024, 9% em janeiro de 2025 e 5,16% em 2026.

No entanto, o Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos oferece um reajuste de apenas 9% em janeiro de 2025 e 3,5% em maio de 2026. O Ministério já afirmou que não há margem para aumentar essa proposta.

A convocação para a reunião vem após uma semana tumultuada em Brasília. Em 22 de maio, o governo assinou um acordo com o Proifes (Federação de Sindicatos de Professores e Professoras de Instituições Federais de Ensino Superior e de Ensino Básico Técnico e Tecnológico), uma das entidades representativas dos professores federais, na tentativa de encerrar a greve.

No entanto, na quarta-feira (29), a Justiça Federal anulou o acordo após uma ação movida pela Associação dos Docentes da Universidade Federal de Sergipe, que faz parte do Andes.

O juiz Edmilson da Silva Pimenta, da 3ª Vara Federal de Sergipe, justificou sua decisão argumentando que um acordo feito apenas com uma entidade, durante a gestão de Lula, poderia prejudicar os direitos dos professores que não são representados por essa entidade. Ele também mencionou que o Proifes não possui registro sindical, sendo uma federação de sindicatos.

Na segunda-feira (3), representantes do Andes se encontraram com representantes do governo, que reiteraram a impossibilidade de aumentar o reajuste oferecido. Insatisfeitos, os sindicalistas exigiram uma nova rodada de negociações.

Inicialmente, essa demanda foi recusada. No entanto, após novos protestos e a ocupação de uma sala no Ministério da Gestão, uma nova reunião foi marcada para o dia 14.

Pelo menos 63 universidades e institutos federais continuam em greve:
Universidade Federal do Rio Grande
Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira
Universidade Federal do Ceará
Universidade Federal do Cariri
Universidade de Brasília
Universidade Federal de Juiz de Fora
Universidade Federal de Ouro Preto
Universidade Federal de Pelotas
Universidade Federal de Pelotas
Universidade Federal de Viçosa
Universidade Federal do Espírito Santo
Universidade Federal do Maranhão
Universidade Federal do Pará
Universidade Federal do Paraná
Universidade Federal do Sul da Bahia
Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará
Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Universidade Federal de Rondônia
Universidade Federal de Minas Gerais
Universidade Federal de Minas Gerais
Universidade Federal de Roraima
Universidade Federal de São João del-Rei
Universidade Federal de Pernambuco
Universidade Federal de Catalão
Universidade Federal do Oeste da Bahia
Universidade Federal de Santa Maria
Universidade Federal de Tocantins
Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Universidade Federal Fluminense
Universidade Federal de Alagoas
Universidade Federal do Agreste de Pernambuco
Universidade Federal Rural de Pernambuco
Universidade Federal de São Paulo
Universidade Federal da Bahia
Universidade Federal do ABC
Universidade Federal Rural da Amazônia
Universidade Federal Rural da Amazônia
Universidade Federal de Campina Grande
Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro
Universidade Federal do Triângulo Mineiro
Universidade Federal do Mato Grosso do Sul
Universidade Federal do Acre
Universidade Federal de Lavras
Universidade Federal de São Carlos
Universidade Federal de Goiás
Universidade Federal de Santa Catarina
Universidade Federal do Amapá
Universidade Federal do Sergipe
Universidade Federal do Recôncavo da Bahia
Universidade Federal da Integração Latino-Americana
Universidade Federal do Oeste do Pará
Universidade Federal de Mato Grosso
Universidade Federal de Uberlândia
Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro
Universidade Federal dos Vales Jequitinhonha e Mucuri
Universidade Federal do Piauí
Instituto Federal do Sul de Minas Gerais
Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul
Instituto Federal do Piauí
Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sudeste
Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Sul-riograndense
Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais
Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca

Publicidade



COMENTÁRIOS

Buscar

Alterar Local

Anuncie Aqui

Escolha abaixo onde deseja anunciar.

Efetue o Login

Recuperar Senha

Baixe o Nosso Aplicativo!

Tenha todas as novidades na palma da sua mão.